HubSales

Categorias
MarketPlace

Como decidir nomes para loja virtual

Escolher o nome para a sua loja virtual é um dos primeiros passos para abrir um e-commerce próprio, mas não é uma questão simples. O nome da sua loja precisa transmitir a mensagem que a sua marca quer passar e o propósito dela. Por isso, a decisão deve considerar o público-alvo, o nicho de mercado, identidade visual, disponibilidade para registro e outros aspectos que vamos explicar detalhadamente para auxiliar na sua escolha. Veja as melhores dicas que separamos para você projetar nomes para loja virtual e decidir o que melhor se encaixa no seu negócio: 

Identificação do público-alvo sobre a marca

É importante sempre visualizar o nome da sua loja virtual como o nome de uma marca, o que já pode ser o caso, ou vir a ser no momento de registro do nome. O público-alvo identificado no planejamento do seu negócio deve se identificar com a imagem da sua marca ou loja, e isso com certeza inclui o nome dela, além de toda a identidade visual. Procure entender bastante o seu público se ainda não possui informações suficientes para gerar um nome baseado no seu nicho, e na “personalidade” dele (o que pode conter termos e nomes utilizados somente nesse segmento, público-alvo ou relacionados). Faça pesquisas de mercado para entender se os nomes para loja virtual que foram projetados possuem forte sintonia com os potenciais consumidores, e com o propósito da sua marca.

Verificando a disponibilidade de registro da marca e domínio

Na elaboração da loja virtual, você precisará ter um domínio registrado, ou seja, o nome do “endereço eletrônico” da sua loja. Geralmente, os domínios dos sites de e-commerce levam o nome da marca, e por isso você deve verificar se está disponível para registro, ou se já há algum domínio registrado com o possível nome da sua loja. Para fazer isso, visite sites como o Registro.br, GoDaddy ou outras empresas registradoras de domínios e utilize a barra de pesquisas do site para inserir o nome desejado e verificar entre os domínios com o final “.br”. É igualmente importante verificar no site do INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) se já existe alguma marca com o mesmo nome que você deseja, pois cada marca registrada precisa ser única. Caso o domínio esteja disponível mas a marca já estiver registrada, não utilize esse domínio e nome, pois o nome da marca será considerada uma propriedade intelectual protegida.

Objetividade e facilidade para lembrar

Sua marca deve ser memorável o suficiente para os seus clientes lembrarem de você ao procurarem sobre aquele produto em específico. Busque utilizar nomes simplificados ou curtos, não que seja uma regra, mas que facilite na hora do público memorizar a sua marca e ligue a imagem ao produto. Nomes com fáceis pronúncias possuem uma chance de sucesso mais alta nesse objetivo, embora o mercado nacional esteja cada vez mais acostumado com o uso de palavras estrangeiras em nomes de marcas. Evitar nomes com pronúncias mais complicadas ainda é uma boa estratégia para facilitar a memorização.

Evite nomes que limitem a sua marca

Mesmo que sua marca trabalhe com um segmento muito específico, procure não utilizar nomes que limitam a sua marca a um determinado produto ou dois. Caso você queira ampliar o seu mix de produtos, ainda dentro do seu nicho, a sua marca não vai transmitir a mesma imagem para o público, que pode ligar o propósito da sua loja a somente uma única solução. Exemplo: Se você pretende trabalhar com objetos de decoração, evite a palavra “Quadros” no nome da sua loja, ou o cliente pode concluir de imediato que você não venda potes de vidro também. 

Não se trata de uma regra absoluta e não terá grandes problemas se você expandir futuramente, mas pode dificultar a percepção do público-alvo.

Como citado anteriormente, também é essencial que você realize pesquisas de mercado com o seu público-alvo para obter informações precisas e acertar no nome e identidade da sua loja virtual. Ao começar a vender pelo seu e-commerce, você também pode iniciar a vender através dos maiores marketplaces do Brasil e estar presente em mais canais relevantes para o seu segmento. É uma tarefa difícil realizar todo o trabalho para inserir os seus produtos, descrições e gerenciar o estoque de forma individual para cada plataforma, mesmo que já possua uma loja virtual. Mas é aqui que a Hubsales pode te ajudar. 

A Hubsales oferece um serviço de integração com os marketplaces, intermediando todo o processo de contratação entre a sua loja e as plataformas, centralizando o estoque em um único lugar, ajudando a definir o mix ideal de produtos e mais: cadastramos os seus produtos nos marketplaces, elaboramos as descrições de cada um de forma personalizada, auxiliamos no processo de precificação, e oferecemos mais serviços que permitem você focar somente nas vendas da sua loja.

Fale com um especialista Hubsales. 

 

Categorias
MarketPlace

Como fazer uma loja online e aumentar suas vendas

No mundo de hoje, ter uma loja online é fundamental, seja para uma marca de grande porte ou uma pequena fábrica. Mas é preciso saber como aparecer. São milhares de opções para os consumidores e se destacar é o grande segredo. 

Portanto, para ter sua loja online funcionando bem, você precisa seguir alguns passos. E nós da Hubsales estamos aqui para ajudar! Abaixo você terá dicas e sugestões para viabilizar seu e-commerce de maneira simples e prática. 

Loja Online Própria ou Marketplace?

O primeiro passo para a sua loja online é definir o modelo de venda. Há duas opções, você pode entrar em Marketplaces, que são plataformas grandes que vendem diversos produtos. Ou, então, criar uma loja própria

Uma loja própria te dará mais liberdade, mas vai exigir uma série de ações, como cobranças e segurança, e terá custos relativamente altos, especialmente na divulgação. 

Já a opção por um Marketplace, além de mais simples, apresenta custos iniciais bem menores.

É claro que há muito trabalho pela frente e você competirá com outras marcas no mesmo espaço, mas a maior exposição, o menor custo e a melhor rentabilidade compensam o esforço.

Além disso, seus produtos estarão em diversas lojas como a Magalu, a Americanas, o Mercado Livre e outros players importantes do mercado. 

Mas como eu entro em um Marketplace? E qual devo escolher? 

Já vamos explicar!

Como ter presença em Marketplaces

Os chamados Marketplaces são grandes lojas virtuais, como a Americanas por exemplo, que concentram uma infinidade de marcas dentro da mesma plataforma.

Estes portais deixaram de ser somente uma loja e passaram também a abrir espaços para fabricantes de todo o país, que podem vender seus produtos dentro da plataforma, mediante o pagamento de comissões. 

Então eu posso vender na Americanas?

A resposta é sim. Você precisa seguir alguns passos, como apresentar sua documentação e se credenciar, mas o Marketplace da Americanas é, definitivamente, uma opção para você, assim como vários outros.

Os passos para entrar em um Marketplace:

  • Se cadastrar através de formulários digitais;
  • Enviar sua documentação;
  • Ser aprovado e aceitar as condições;
  • Cadastrar seus produtos, de acordo com as regras de cada plataforma;
  • Monitorar suas vendas e seu desempenho;

Mas para entrar em vários Marketplaces eu preciso fazer este processo em cada um deles?

Não necessariamente. Calma que vamos explicar. 

Seus produtos nos maiores E-commerces do Brasil

Nós somos a Hubsales, pioneiros na integração de empresas e Marketplaces. Como o próprio nome indica, somos um hub que concentra todas as mais relevantes plataformas de venda online, e ajudamos as marcas a ter presença digital. 

Basicamente, nós realizamos todas as etapas para a sua marca entrar nos Marketplaces e ainda ajudamos na definição do seu mix de produtos, na descrição e no cadastro deles. E, ainda, ajudamos a melhorar sua performance e acompanhamos suas vendas. 

Quer saber mais sobre a Hubsales?  Fale com um especialista ou leia abaixo.

Conheça a Hubsales

Somos experts em integrar marcas aos principais Marketplaces do país. Realizamos todos os processos para facilitar sua entrada nos e-commerces, que vão desde a documentação e cadastro de produtos à gestão dos negócios e suporte no pós-venda. 

O que fazemos pelo seu negócio:

  • Documentação – Organização e centralização dos documentos necessários para entrar nos diversos Marketplaces;
  • Credenciamento – Contato com os e-commerces e acompanhamento de todo o processo de integração;
  • Cadastro de produtos – Auxílio nas informações e no cadastro de seus produtos nas lojas;
  • Centralização de informações – Você acompanha todas as suas vendas em um só espaço;
  • Gestores em todos as áreas – Em cada etapa, você tem a assessoria de um gestor que vai auxiliar a maximizar sua performance;
  • Suporte – Acompanhamento de todos os processos de venda, como embalagem, etiquetagem, emissão de nota e muito mais;

Agora que você já conhece um pouco mais da Hubsales, fale com um especialista e receba uma proposta. 

Categorias
MarketPlace

E-commerce é a única forma de vender online?

O e-commerce é uma plataforma de vendas que vem ganhando cada vez mais adeptos devido à oportunidade que esse canal pode proporcionar aos vendedores, mas é interessante saber que existem outras formas de comércio online que também podem ser muito vantajosas.

O ambiente virtual é um excelente meio para quem deseja manter suas vendas e até mesmo expandi-las, pois há uma enorme possibilidade de visibilidade e alcance do público desejado.

Pensando nisso, o e-commerce, por exemplo, é uma das formas de vender no digital e que ganha mais popularidade a cada dia.

Mas afinal, o que é um e-commerce? Na tradução, significa comércio eletrônico. Essa é uma forma de comércio, onde as empresas vendem por meio de lojas próprias. Sendo possível vender coisas de todo tipo, como: eletrônicos, vestuário, alimentício, etc.

Bastando então, a loja possuir uma página dentro da plataforma de e-commerce, assim, o consumidor pode realizar suas compras de maneira fácil e rápida, de forma online.

Mas apesar de tamanha oportunidade que esse canal representa, existem outras formas de vender online que podem ampliar essas possibilidades, de maneira muito vantajosa para os comerciantes.

A seguir, vamos te explicar um pouco mais sobre isso.

Existem outras formas de vender online além do e-commerce?

Além do e-commerce, há uma outra alternativa de vendas online muito conhecida e com grande relevância, que são os Marketplaces.

Esse tipo de canal de comércio, se trata de lojas virtuais que disponibilizam seu espaço e estrutura para que outros vendedores possam vender seus produtos, exemplo disso é a Americanas Marketplace e o Mercado Livre.

E para que isso aconteça, em troca, a loja cadastrada paga uma comissão sobre essas vendas realizadas no Marketplace.

Nesse tipo de canal, não é necessário investir tanto em publicidade, pois o alcance que essa plataforma já possui acaba gerando essa oportunidade de visibilidade.

Ou seja, você consegue aproveitar esse espaço, e pode conseguir mais facilmente que o cliente que ali transita, compre de você.

Nos Marketplaces, o consumidor tem a possibilidade de identificar quais lojas apresentam os melhores preços, avaliações e prazo de pagamento, e assim, escolha o que melhor lhe atender.

Além dessa oportunidade mais abrangente de venda, esse tipo de plataforma possibilita que o vendedor que não deseja investir na criação de uma loja virtual, consiga ainda assim, ter o seu negócio no meio digital.

E no caso de quem já possui um e-commerce, conseguir expandir seu espaço de venda, podendo conquistar ainda mais clientes.

Mas tenha você um e-commerce ou não, você deve estar se perguntando como ingressar ao Marketplace, certo?

A seguir, nós te mostraremos como isso pode ser muito mais simples do que você imagina.

Conectando sua empresa de forma automatizada aos principais marketplaces do país

Ingressar ao meio digital pode ser um grande desafio para algumas empresas que muitas vezes não sabem por onde começar, como realizar uma integração, ou até mesmo criar um cadastro de produto.

Pensando nisso surgiu a HubSales, um hub que faz integrações com vários marketplaces e um suporte de assessoria a todos esses canais, desde a intermediação do contrato entre sua empresa e as plataformas digitais, definição do mix de produtos, melhoria na descrição e cadastro deles, até o acompanhamento e gerenciamento da performance de vendas.

Caso você esteja iniciando no mundo dos Marketplaces, ou sequer tenha uma presença neles, a  Hubsales irá focar em acelerar as suas vendas e o seu aprendizado.

E se você já vende em Marketplaces, a Hubsales assumirá todo o serviço, lhe auxiliando em escalar as vendas e permitindo que você  foque no que realmente é importante: vender.

Percebeu como ter o seu negócio no mundo virtual pode ser muito mais simples e prático?

Para realizar essa missão, você pode contar com todo o auxílio necessário da Hubsales, que cuidará de todas as etapas desse processo. Sendo assim, você contará com organização de documentação, credenciamento, assessoria, integração, monitoramento, suporte e muito mais.

Não espere mais para deixar o seu negócio muito mais visível e ao alcance do seu público!