HubSales

Categorias
MarketPlace

Como decidir nomes para loja virtual

Escolher o nome para a sua loja virtual é um dos primeiros passos para abrir um e-commerce próprio, mas não é uma questão simples. O nome da sua loja precisa transmitir a mensagem que a sua marca quer passar e o propósito dela. Por isso, a decisão deve considerar o público-alvo, o nicho de mercado, identidade visual, disponibilidade para registro e outros aspectos que vamos explicar detalhadamente para auxiliar na sua escolha. Veja as melhores dicas que separamos para você projetar nomes para loja virtual e decidir o que melhor se encaixa no seu negócio: 

Identificação do público-alvo sobre a marca

É importante sempre visualizar o nome da sua loja virtual como o nome de uma marca, o que já pode ser o caso, ou vir a ser no momento de registro do nome. O público-alvo identificado no planejamento do seu negócio deve se identificar com a imagem da sua marca ou loja, e isso com certeza inclui o nome dela, além de toda a identidade visual. Procure entender bastante o seu público se ainda não possui informações suficientes para gerar um nome baseado no seu nicho, e na “personalidade” dele (o que pode conter termos e nomes utilizados somente nesse segmento, público-alvo ou relacionados). Faça pesquisas de mercado para entender se os nomes para loja virtual que foram projetados possuem forte sintonia com os potenciais consumidores, e com o propósito da sua marca.

Verificando a disponibilidade de registro da marca e domínio

Na elaboração da loja virtual, você precisará ter um domínio registrado, ou seja, o nome do “endereço eletrônico” da sua loja. Geralmente, os domínios dos sites de e-commerce levam o nome da marca, e por isso você deve verificar se está disponível para registro, ou se já há algum domínio registrado com o possível nome da sua loja. Para fazer isso, visite sites como o Registro.br, GoDaddy ou outras empresas registradoras de domínios e utilize a barra de pesquisas do site para inserir o nome desejado e verificar entre os domínios com o final “.br”. É igualmente importante verificar no site do INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) se já existe alguma marca com o mesmo nome que você deseja, pois cada marca registrada precisa ser única. Caso o domínio esteja disponível mas a marca já estiver registrada, não utilize esse domínio e nome, pois o nome da marca será considerada uma propriedade intelectual protegida.

Objetividade e facilidade para lembrar

Sua marca deve ser memorável o suficiente para os seus clientes lembrarem de você ao procurarem sobre aquele produto em específico. Busque utilizar nomes simplificados ou curtos, não que seja uma regra, mas que facilite na hora do público memorizar a sua marca e ligue a imagem ao produto. Nomes com fáceis pronúncias possuem uma chance de sucesso mais alta nesse objetivo, embora o mercado nacional esteja cada vez mais acostumado com o uso de palavras estrangeiras em nomes de marcas. Evitar nomes com pronúncias mais complicadas ainda é uma boa estratégia para facilitar a memorização.

Evite nomes que limitem a sua marca

Mesmo que sua marca trabalhe com um segmento muito específico, procure não utilizar nomes que limitam a sua marca a um determinado produto ou dois. Caso você queira ampliar o seu mix de produtos, ainda dentro do seu nicho, a sua marca não vai transmitir a mesma imagem para o público, que pode ligar o propósito da sua loja a somente uma única solução. Exemplo: Se você pretende trabalhar com objetos de decoração, evite a palavra “Quadros” no nome da sua loja, ou o cliente pode concluir de imediato que você não venda potes de vidro também. 

Não se trata de uma regra absoluta e não terá grandes problemas se você expandir futuramente, mas pode dificultar a percepção do público-alvo.

Como citado anteriormente, também é essencial que você realize pesquisas de mercado com o seu público-alvo para obter informações precisas e acertar no nome e identidade da sua loja virtual. Ao começar a vender pelo seu e-commerce, você também pode iniciar a vender através dos maiores marketplaces do Brasil e estar presente em mais canais relevantes para o seu segmento. É uma tarefa difícil realizar todo o trabalho para inserir os seus produtos, descrições e gerenciar o estoque de forma individual para cada plataforma, mesmo que já possua uma loja virtual. Mas é aqui que a Hubsales pode te ajudar. 

A Hubsales oferece um serviço de integração com os marketplaces, intermediando todo o processo de contratação entre a sua loja e as plataformas, centralizando o estoque em um único lugar, ajudando a definir o mix ideal de produtos e mais: cadastramos os seus produtos nos marketplaces, elaboramos as descrições de cada um de forma personalizada, auxiliamos no processo de precificação, e oferecemos mais serviços que permitem você focar somente nas vendas da sua loja.

Fale com um especialista Hubsales. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *